Daniel Cargnin fatura a primeira medalha do Brasil no ano olímpico

Daniel Cargnin conquista a primeira medalha do ano olímpico para o Brasil

Coube ao gaúcho Daniel Cargnin (66kg) a honra de levar o Brasil ao pódio pela primeira vez em 2020, ano dos Jogos Olímpicos de Tóquio. O judoca sogipano faturou a medalha de bronze no primeiro dia do Grand Prix de Tel Aviv, em Israel. O resultado faz ele somar 350 pontos no ranking mundial.

Daniel foi para o tatame em cinco oportunidades. Avançou até as quartas de final, quando foi derrotado pelo atleta da casa Tal Flicker. A revanche contra os israelenses veio duas lutas depois, quando bateu Baruch Shmailov, seu rival direto pelas primeiras posições do ranking. A vitória no golden score assegurou o pódio.

“Foi muito importante para mim, ainda mais nesta largada de ano de Olimpíada. É muito bom para conseguir confiança. Se Deus quiser, tudo vai dar certo para chegar na Olimpíada com chance de ganhar a medalha”, afirmou o judoca gaúcho.

Além de Daniel, outros oito brasileiros lutaram na madrugada desta quinta, em Tel Aviv, mas ficaram nas oitavas ou na primeira rodada. Entre eles, Nathália Brígida (48kg) e Felipe Kitadai (60kg).

A competição vai até sábado. Nesta sexta, o Brasil terá oito representantes no tatame, incluindo os sogipanos David Lima (73kg), João Macedo (81kg), Ketleyn Quadros (63kg), Aléxia Castilhos (63kg) e Maria Portela (70kg).

Posted in Notícias and tagged .

Deixe uma resposta