Com seis judocas do RS, Seleção Brasileira inicia disputa do Grand Prix de Zagreb nesta sexta

Em terceiro lugar, Sogipa volta ao pódio do Grand Prix Nacional

Um ano depois de uma participação que não foi lá das melhores, a Sogipa deu a volta por cima e retornou ao pódio do Grand Prix Nacional Interclubes no naipe masculino. A equipe gaúcha encerrou sua participação em terceiro lugar, depois de derrotar o Minas Tênis Clube no confronto que valia o ouro. O grande campeão do evento foi o E.C. Pinheiros, que, lutando em casa, faturou o torneio pela nona vez, sendo a sexta consecutiva.

A Sogipa teve o Instituto Reação como primeiro rival do dia, na semifinal. Em uma série de embates duríssimos, os cariocas se deram melhor ao fechar por 3 a 2, após o duelo entre David Moura e Renan Nunes, decidido apenas pelas punições. Antes Diego Santos e Henrique Miniskowsky haviam marcado os pontos dos sogipanos e Igor Pereira e Victor Penalber para os cariocas.

O confronto valendo o lugar no pódio foi contra o Minas. Mais equilíbrio nos tatames paulistas: Diego Santos, Rafael Macedo – com um grande ippon – venceram a primeira e a terceira lutas, respectivamente. O problema é que Eduardo Katsuhiro e Eduardo Bettoni ganharam para o Minas o segundo e o quarto confrontos.

Ficou para Renan Nunes de novo. Desta vez, ele venceu: imobilizou Juscelino Nascimento e só esperou o fim da contagem regressiva para comemorar. “Foi algo que a gente almejou bastante esse ano e foi uma grande vitória em uma luta muito dura para fechar o ano”, avaliou Renan.

Em seguida, na final, o E.C. Pinheiros bateu o Reação por 3 a 2. Medalhista olímpico, Rafael Silva anotou o último ponto dos paulistas.

Posted in Notícias and tagged , .

Deixe uma resposta