Sarah_6

No RS, campeã olímpica Sarah Menezes destaca força do judô gaúcho

Campeã olímpica em Londres-2012, Sarah Menezes faz um estágio na Sogipa antes de embarcar para Edmonton, no Canadá, onde disputa o Campeonato Pan-Americano com a Seleção Brasileira, na semana que vem. Treinando com judocas gaúchos pela primeira vez na carreira, ela afirmou que está acostumando-se à “força” do judô praticado no Estado.

“Só de pegar no quimono já sinto a diferença daqui para outros lugares”, comparou Sarah, em entrevista coletiva realizada nesta quinta-feira. “O judô gaúcho tem muita força. Trabalham muito em todas as áreas, mas tem esta dominância na força”, enfatizou.

Para ela, o ambiente com diversos atletas de ponta favorece os treinamentos. “Aqui tem muitos atletas, tanto no feminino quanto no masculino. Tem como fazer um trabalho diferenciado. Os horários também são muitos bons, com parte física pela manhã e técnico e tático com randori à noite. É um treino bem complexo e dinâmico”, avaliou.

Para Sarah, o período no Rio Grande do Sul, tal como as outras viagens de estágio e intercâmbio deixam os atletas mais confiantes para representar o Brasil. “O judô é o esporte individual mais coletivo que existe. Você precisa de pessoas para treinar variadas formas para melhorar o leque de movimentação, golpes e aperfeiçoar as técnicas”, disse ela, que estava na Bahia na semana passada e vai lutar no Canadá na próxima. Em seguida, irá para um roteiro na Ásia, onde lutará no Grand Slam de Baku, no Azerbaijão, e, em seguida, treinos no Japão.

De olho no Rio-2016

Sarah_5A rotina de viagens e treinos longe de casa – ressaltou ela – faz parte de um planejamento maior, visando os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro no ano que vem. A menos de 500 dias do evento, Sarah espera uma pressão enorme, uma vez que chegará como atual campeã da categoria ligeiro. “A expectativa é muito grande. Tudo se envolve neste momento. Estamos no nosso país e queremos medalhas.”

E se o futebol frustrou o Brasil na Copa de 2014, o judô – esporte que mais vezes levou o Brasil ao pódio olímpico – promete não fazer feio, segundo Sarah. “Todos estão fazendo uma excelente preparação, junto com COB, CBJ e clubes. Todos estão com pensamento muito positivo, estamos andando no mesmo caminho”, garantiu. “Acredito que medalhas vão vir, mas não podemos projetar a quantidade.”

Contudo, para se alcançar a glória é necessário concentrar-se ao máximo no dia. “No judô a qualquer momento, você pode ganhar em segundos assim como você pode perder. Tem que ter muita atenção”, alertou. “Acredito que a equipe está muito confiante para conseguir um número bom de medalhas”, encerrou ela.

Posted in Notícias and tagged , .

Deixe uma resposta