MAYRA AGUIAR FATURA O BRONZE OLÍMPICO EM LONDRES

Mayra Aguiar,       medalhista de bronze em Londres | Foto: Márcio Rodrigues / Fotocom.net

Desde que apareceu para o judô de alto rendimento – quando tinha apenas 15 anos – todos sabiam que Mayra Aguiar chegaria mais cedo ou mais tarde ao pódio olímpico. Esse dia aconteceu nesta quinta-feira, 2 de agosto de 2012, quando a gaúcha da equipe Oi/Sogipa faturou a medalha de bronze nos Jogos Olímpicos de Londres.

Na estreia de sua segunda participação olímpica, Mayra Aguiar partiu para cima da tunisiana Hana Marenghni. A adversária conseguiu defender bem as entradas da gaúcha, mas acabou não conseguindo lutar – e acumulando punições. A menos de um minuto do fim, as punições somaram um waza-ari, que se acumularam a outro waza-ari e transformaram-se em ippon, encerrando o duelo.

Na segunda rodada, a polonesa Daria Pogorzelec tentou fazer frente à gaúcha. Mas não deu. Após já ter um waza-ari de vantagem, a sogipana conseguiu imobilizar a oponente e apenas contou os segundos para obter um ippon e seguir às semifinais.

Mayra venceu polonesa nas quartas de final | Foto: Márcio Rodrigues / Fotocom.net

Na luta que valia uma vaga para a decisão, Mayra teve pela frente sua maior rival na atualidade: a americana Kayla Harrison. Mais uma vez, o duelo foi marcado pelo equilíbrio. A gaúcha começou melhor, mas a adversária reagiu e, faltando menos de um minuto, conseguiu um yuko. A 20 segundos do fim, Mayra partiu para o tudo ou nada. E aí Kayla foi fatal, segurando o braço da sogipana e imobilizando-a. Era o fim do sonho do ouro olímpico em Londres-2012.

Na semi, duelo equilibrado com Kayla Harrison | Foto: Márcio Rodrigues / Fotocom.net

Mas o revés não pôs um fim na busca pelo pódio.

A gaúcha foi para a repescagem contra Marhinde Verkerk, da Holanda. Não teve muita história. Determinada, Mayra mostrou seu poder de superação e, em menos de dois minutos, aplicou um ippon na holandesa e, na véspera de completar 21 anos de idade, chegou pela primeira vez ao podio olímpico. Um lugar que todos sabiam que ela chegaria um dia, mais cedo ou mais tarde.

Mayra derrotou holandesa na luta pelo bronze | Foto: Márcio Rodrigues / Fotocom.net

Posted in Notícias and tagged , .

6 Comments

  1. Tinha certeza que a Mayra chegaria ao podiun, sua trajetória, sua garra e determinação apontavam para isto.
    É só o começo Mayra, voce vai trazer muitas alegrias para os gauchos e todo o povo brasileiro.
    Parabéns Sensei Kiko pelos resultados, duas medalhas olimpicas em uma mesma competição é o resultado do maravilhos trabalho que voce faz com seus atletas, tenho certeza que ainda vem muitos filhos deste desempenho que se mostra a cada ano em ascensão.
    Parabéns a FGJ que esteve sempre presente e a todos os sogipanos.
    Parabéns Mayra e Felipe voces merecem.

  2. A PRIMEIRA MEDALHA DO JUDÔ DO RIO GRANDE DO SUL, 100% GAÚCHA, POIS SUA DETENTORA É GAÚCHA DA GEMA. E DAS MAIS TALENTOSAS.
    AINDA A VEREMOS CONQUISTANDO MUITOS TÍTULOS EM OUTRAS OLIMPÍADAS.
    PARABÉNS A ATLETAS, A FAMÍLIA, PROF. KIKO , A SOGIPA E A TODOS QUE TRABALHARAM, JUNTO COM ELA, PARA ESTA CONQUISTA.

  3. Ela merece…
    Uma linda trajetória de conquistas para um jovem talento do RS…nosso judô esta iluminado com tantas estrelas!!!
    Parabenizo a toda equipe da sogipa que ajudou a Mayrão a conquistar este objetivo.
    O sonho de todos os atletas gaúchos foi realizado por 2 judocas muito competentes…agradecimento em especial ao técnico Kiko, pela dedicação, determinação e por acreditar que é possível!!!!

    Parabéns ao judô do RS!!!!
    Parabéns Mayrão…vc é demais!!!!

  4. Parabéns pelo belo judô e pela sempre exemplar dedicação ,esse é o caminho suave e árduo ,mas nunca ingrato para os que se dedicam de coração ,e vc Mayra provou mais uma vez isso ,judoca olimpica ,SSSHHHOOSS….

  5. Mayra, parabéns pela maravilhosa conquista. Todo o esforço, a dedicação exclusiva, o treinamento exaustivo, vem a mente e nessa hora concluímos que vale muito a pena. Fim do sonho do ouro olímpico ?? Que nada, este bronze mostrou que estás no caminho certo. Londres foi só o primeiro degrau. Parabéns sensei Kiko, ouvi teus gritos com a Mayra no Sportv e vi a emoção. Familiares estão de parabéns, assim como a Sogipa. Ah, não teve como não chorar junto com o Kitadai.

Deixe uma resposta