Judô gaúcho luta pela quinta medalha em Jogos Pan-Americanos

Judô gaúcho luta pela quinta medalha em Jogos Pan-Americanos
Representado por Mayra Aguiar, Maria Portela e Felipe Kitadai, o judô gaúcho tenta em Guadalajara conquistar sua quinta medalha nos Jogos Pan-Americanos. As disputas da modalidade começam nesta quarta-feira.
A primeira medalha gaúcha no judô dos Jogos Pan-Americanos tem 24 anos. Foi o bronze conquistada por Rosimeri Salvador, da Aacete, em 1987, quando a competição teve como sede a cidade americana de Indianápolis.
As três seguintes foram conquistadas em solo brasileiro, 20 anos depois. O já campeão mundial João Derly derrotou o cubano Yordanis Arencibia, no “clássico” da época e faturou o ouro. Outro campeão foi Tiago Camilo, que no mesmo ano veio a ser campeão do mundo, também no Rio.
À época, a surpresa ficou por conta de Mayra Aguiar. A judoca, então com 15 anos, tornou-se a maior surpresa da delegação brasileira ao faturar a prata, ainda pela categoria médio.
Chicão também foi campeão
Antes do Rio-2007, Luiz Camilo levou o ouro em Santo Domingo-2003. A conquista de “Chicão” ocorreu três anos antes de ele ir treinar no Rio Grande do Sul, pela Oi/Sogipa. Atualmente, ele é professor do Lindóia Tênis Clube, em Porto Alegre.

Mayra tentará sua segunda medalha no Pan | Foto: CBJRepresentado por Mayra Aguiar, Maria Portela e Felipe Kitadai, o judô gaúcho tenta em Guadalajara conquistar sua quinta medalha nos Jogos Pan-Americanos. As disputas da modalidade começam nesta quarta-feira – Portela e Mayra sobem no tatame no dia seguinte.

A primeira medalha gaúcha no judô dos Jogos Pan-Americanos tem 24 anos. Foi o bronze conquistada por Rosimeri Salvador, da Aacete, em 1987, quando a competição teve como sede a cidade americana de Indianápolis.

As três seguintes foram conquistadas em solo brasileiro, 20 anos depois. O já campeão mundial João Derly derrotou o cubano Yordanis Arencibia, no “clássico” da época e faturou o ouro. Outro campeão foi Tiago Camilo, que no mesmo ano veio a ser campeão do mundo, também no Rio.

À época, a surpresa ficou por conta de Mayra Aguiar. A judoca, então com 15 anos, tornou-se a maior surpresa da delegação brasileira ao faturar a prata, ainda pela categoria médio.

Chicão também foi campeão

Antes do Rio-2007, Luiz Camilo levou o ouro em Santo Domingo-2003. A conquista de “Chicão” ocorreu três anos antes de ele ir treinar no Rio Grande do Sul, pela Oi/Sogipa. Atualmente, ele é professor do Lindóia Tênis Clube, em Porto Alegre.

Posted in Notícias.

Deixe uma resposta