Alunos reprovados no exame final de Waza poderão enviar novo vídeo

FGJ agradece o empenho e a dedicação para manter judô no RS em 2020

Foi um ano atípico, difícil e triste. Mas também um ano em que pudemos olhar para dentro de nós e nossa família e perceber aquilo que nos move e nos faz bem. Não foi um ano fácil, mas estamos aqui, juntos.

Ao longo de mais de meio século de Federação Gaúcha de Judô, 2020 certamente foi o ano mais desafiador. Nossos treinos, nossas competições, nossos encontros precisaram ser sacrificados. Foi em nome de um bem maior, a saúde própria e de nossos entes queridos.

Ainda assim, 2020 nos serviu para mostrar o valor do empenho e da dedicação. Não fosse por isso, teríamos parado, nosso amado esporte teria ficado para trás e não é isso que aconteceu. E se antes já tínhamos muitos vencedores dentro do tatame, hoje temos vários fora dele. São campeões de solidariedade e de amizade. Afinal, o foco do judô nunca foi apenas o resultado esportivo.

Foi um ano atípico e difícil. E por isso eu faço questão de agradecer a cada colaborador, professor, a cada judoca – do mais jovem faixa branca ao mais experiente kodansha – por quererem e seguirem conosco ao longo deste 2020.

Espero reencontrá-los em breve e em segurança em 2021, porque, tenho certeza, isso tudo logo vai passar. E quando essa situação for passado, veremos como tivemos garra para manter o judô gaúcho de pé quando ele mais precisou.

Muito obrigado, um ótimo Natal e um feliz 2021!
César de Castro Cação

Posted in Notícias.

Deixe uma resposta