Kitadai Baku

“Uma das maiores atuações que vi de Kitadai”, exalta Kiko após ouro no Grand Slam de Baku

Degrau a degrau, Felipe Kitadai (60kg) vem voltando à velha forma – e na hora certa. O judoca sogipano foi sétimo lugar no Grand Prix de Tbilisi, em março, quinto no Grand Prix de Antalya, em abril, e campeão do Grand Slam de Baku, nesta sexta-feira, dia em que o Brasil conquistou outras duas medalhas – ouro com Rafaela Silva (57kg) e bronze com Larissa Pimenta (52kg).

Em Baku, Kidatai começou com vitória sobre um dos favoritos da casa, o azeri Orkhan Safarov, vice-campeão mundial em 2017. Em seguida, Kita derrotou o russo Islam Yashuev e o georgiano atual campeão mundial Júnior, Jaba Papinashvili para chegar à semifinal contra Francisco Garrigos (ESP).

No confronto, o espanhol conseguiu um waza-ari de vantagem, mas o brasileiro estava determinado a buscar seu primeiro título em Grand Slam e, com duas projeções nos 20 segundos finais de combate, virou o placar e se garantiu na decisão pelo ouro. Na última luta, ele emplacou dois waza-ari sobre o georgiano Temur Nozadze e vibrou emocionado com a conquista que lhe garantiu 1000 pontos no ranking mundial classificatório para o Mundial de Tóquio.

“Hoje foi uma competição extremamente brigada como todas as minhas são. Não poderia ser diferente. Esse ouro veio muito suado. Foi um nível extremamente alto, contra atletas medalhistas em Mundial, campeões europeus e a gente ganhou”, destacou Kitadai após ouvir o hino do Brasil. O reconhecimento também veio do sensei: “Foi um das maiores desempenhos que vi do Kitadai. Venceu adversários fortíssimos e fez uma grande competição. Foi uma grande virada, uma grande chegada”, disse Antônio Carlos Pereira, o Kiko. “O campeão voltou”, vibrou o professor.

Além do trio medalhista, o Brasil disputou outros dois pódios no primeiro dia de combates, com Gabriela Chibana (48kg), que lutou pelo bronze nesta sexta, mas deixou a medalha escapar no duelo com Catarina Costa, de Portugal, e terminou em quinto lugar, assim como Eleudis Valentim (52kg).

Phelipe Pelim (60kg) e Charles Chibana (66kg), além dos sogipanos Daniel Cargnin (66kg) e Nathália Brígida (48kg) também lutaram nesta sexta, mas pararam nas primeiras rodadas.

Neste sábado tem mais. Ketleyn Quadros (63kg) estreará contra a Valentina Kostenko (RUS); Ellen Santana (70kg) pega Gemma Howell (GBR); David Lima (73kg) enfrenta Nuno Saraiva (POR); e Eduardo Yudy Santos (81kg) encara Stuart Mcwatt (GBR).

Posted in Notícias and tagged .

Deixe uma resposta