Grand Slam BSB

Brasília sediará Grand Slam em outubro

O Brasil vai voltar a sediar um Grand Slam, após seis anos. Acordo fechado entre a CBJ e a Federação Internacional de Judô selou a realização do Grand Slam de Brasília, neste ano e em 2020. A competição de 2019 já tem data: 6 a 8 de outubro e valerá mil pontos no ranking mundial e que poderão ser decisivos para a classificação aos Jogos Olímpicos de Tóquio.

“Este era um grande anseio dos nossos atletas e da comunidade do judô brasileiro como um todo. Estamos muito felizes e motivados com o desafio de realizar o Grand Slam Brasília 2019, que será de suma importância para os nossos atletas na corrida por uma vaga em Tóquio”, afirma o presidente da CBJ, Silvio Acácio Borges. Com o evento em Brasília, a temporada terá seis eventos Grand Slam: Paris, Düsseldorf, Ecaterimburgo, Baku e Osaka.

Será a quinta vez que o Brasil sediará uma etapa de Grand Slam de judô. As quatro primeiras edições – de 2009 a 2012 – foram todas no Rio de Janeiro, cidade que também sediou três Campeonatos Mundiais Individuais (1965, 2007 e 2013). Além desses, Salvador recebeu em 2012 uma edição do Campeonato Mundial Por Equipes. Brasília, portanto, estreia na rota dos grandes eventos internacionais de judô.

Na hierarquia das etapas do Circuito Mundial, os Grand Slam só ficam atrás do Campeonato Mundial, que dá até 2000 pontos no ranking internacional, e do World Masters, que dá até 1800. Como país sede, o Brasil poderá inscrever até quatro atletas por categoria, aumentando as oportunidades para os brasileiros somarem pontos na busca pela classificação olímpica.

Posted in Notícias and tagged .

Deixe uma resposta