FGJ conta com novas filiadas para 2019

FGJ conta com novas filiadas para 2019

A Federação Gaúcha de Judô conta com cinco novas filiadas para a temporada 2019. Sova, de Venâncio Aires; IFRS, de Osório; Ajurgs, de Porto Alegre; Judô Massaranduba, de Rio Grande; e Gonzaga, de Pelotas, estão aptas a realizarem as suas estreias no circuito estadual a partir do próximo evento, domingo que vem, em Tramandaí: a Copa Abertura.

“Damos as boas vindas a esses novos filiados. Todos os professores envolvidos nesses projetos são nossos velhos conhecidos e temos certeza do bom trabalho que farão à frente de suas respectivas equipes”, destacou o presidente da Federação Gaúcha de Judô, César Cação.

O sensei Marco Antônio Pretto será o responsável técnico da Sova, sigla para Sociedade Olímpica de Venâncio Aires. “Temos um grupo de 30 judocas, que já treinavam comigo no Gloc. Agora, na casa nova, vamos começar uma temporada pela primeira vez com o novo nome e estamos motivados”, comentou

O professor Felipe Parisoto atuará como responsável técnico do judô do Instituto Federal do RS (IFRS) – campus Osório. E tem grandes planos, como a “unificação do judô litorâneo”. O professor disse que projeta alcançar 50 filiados já no mês que vem. “É uma equipe que nasce com uma tradição, apesar do projeto ser novo no campus do Instituto Federal. A equipe surge abraçando as tradições mais antigas do litoral, onde há escolas com mais de 20 anos”, afirmou. “Bem trabalhado e incentivado, tem tudo para dar muito certo.”

Em vias de iniciar o primeiro ano à frente do projeto, ele acredita que o IFRS, por seu tamanho e representatividade, poderá dar um grande impulso a toda região do Litoral Norte. “Tenho alunos de várias cidades do litoral. E por se tratar de uma ação de extensão de uma instituição pública, a aula é gratuita” afirmou ele, pensando ser possível a realização de mais competições na região. “Queremos ser vistos como uma região de relevância.”

Porto Alegre, Rio Grande e Pelotas também têm novas equipes para 2019. A da Capital, sob responsabilidade do sensei Osvino Gonçalves, terá a Associação Judoística do Rio Grande do Sul (Ajurgs), com o professor Jorge Barrio atuando nos treinos. No Sul do Estado, a ex-atleta da Seleção Gaúcha Martaliz Dimare dará aulas na Gonzaga, que terá o sensei José Maduell como responsável técnico, em Pelotas. Ali perto, em Rio Grande, Cintya Massaranduba comandará a Judô Massaranduba.

O presidente Cação ressaltou o número de cidades com novas equipes e seu potencial para o judô gaúcho. “Fazer o ambiente federativo se expandir, e não apenas na Região Metropolitana de Porto Alegre, é uma marca da nossa gestão. É positivo para o judô gaúcho como um todo, que se desenvolve de maneira uniforme por todo o Estado, levando a filosofia da nossa modalidade ao maior número de pessoas”, destacou.

Posted in Notícias and tagged , , , .

One Comment

  1. Parabéns à FGJ pelo desenvolvimento do Judô no nosso estado e aos professores que enfrentam novos desafios em busca do crescimento do esporte que abraçaram.

Deixe uma resposta