Nathália Brígida fatura o bronze no Grand Prix de Tel Aviv

Com bronze, Nathália Brígida fatura primeira medalha do Brasil em 2019

A judoca sogipana Nathália Brígida foi a primeira brasileira a conquistar medalha no circuito internacional 2019. A atleta do peso ligeiro faturou a medalha de bronze no Grand Prix de Tel Aviv, em Israel. Com o resultado, ela faturou 350 pontos no ranking mundial.

Nathália foi para o tatame em cinco oportunidades nesta quinta-feira, primeiro dia do evento. Ela chegou até as quartas de final, quando foi superada pela húngara Eva Csernoviczki. A repescagem a seguir iniciou contra uma atleta da casa, a israelense Noa Minsker. Vitória por ippon, que embalou a sogipana para derrotar em seguida Marusa Stangar, da Eslovênia, e garantir seu lugar no pódio.

“Foi uma conquista muito importante para mim depois da minha volta para as competições internacionais após a cirurgia”, afirmou Nathália, já com o bronze no peito. “É uma honra ser a primeira medalha do Brasil do ano. Que seja um ano vitorioso para o judô brasileiro.”

Outro sogipano que foi para o tatame nesta quinta foi Felipe Kitadai. Ele passou pelo uzbeque Kemran Nurillaev na estreia, mas perdeu apra o russo Albert Oguzov na rodada seguinte e acabou fora da disputa por medalhas. Além deles, o Brasil foi representado por Diego Santos (66kg). Diego também caiu na segunda rodada e não brigou por lugar no pódio.

A competição segue nos próximos dois dias. Os também atletas da Sogipa Ketleyn Quadros e Alex Pombo vão para o tatame.

Posted in Notícias and tagged .

Deixe uma resposta