Seleção fecha 2018 com três medalhas  no Masters

Brasil fecha 2018 com três medalhas no Masters

O Brasil concluiu a temporada de 2018 do circuito internacional com uma prata e dois bronzes, conquistados no Masters de Guangzhou, na China. Tudo no pesado: Rafael Silva levou o segundo lugar, enquanto David Moura e Maria Suelen Altheman levaram o bronze, neste domingo. O gaúcho Daniel Cargnin, que lutou no sábado, ficou na quinta colocação.

Disputando o Masters pela primeira vez, Daniel Cargnin bateu na trave, mesmo tendo pela frente apenas atletas melhores ranqueados. Mas ao menos teve o gosto especial de derrotar Tal Flicker, de Israel – seu algoz no último Mundial. O gaúcho derrotou o israelense na estreia e, na sequência, bateu Altansukh Dovdon, da Mongólia. Parou em Baruch Shmailov, de Israel e, no confronto valendo o bronze, perdeu para o georgiano Vazha Margvelashvili.

Maria Portela lutou no domingo. Tentando o bi da competição, ela acabou superada por Elvismar Rodriguez, da Venezuela, logo na estreia e não pôde seguir lutando para voltar ao pódio do Masters.

Depois da competição, os atletas entram em férias. O primeiro evento do circuito internacional de 2019 é o Grand Prix de Tel Aviv, em Israel, do qual o Brasil não deverá participar, voltando à cena apenas em fevereiro, no Grand Slam de Paris.

Posted in Notícias and tagged , .

Deixe uma resposta