Após cerca de 30 anos, Ivoti volta a uma academia para aulas de judô

Município de Ivoti volta a ter judô após três décadas

Depois de cerca de 30 anos, a cidade com a maior colônia japonesa no Rio Grande do Sul, o município de Ivoti, volta a contar com um local para o desenvolvimento do judô, a Ichido Kan. A sensei Caroline Couto Aguiar ministrará as aulas, que começam na próxima semana.

Ligada à Fênix Judô, a Ichido Kan inaugurou seu dojô na última sexta-feira, em um evento com as presenças presidente da FGJ, César Cação, e do diretor técnico, Luiz Bayard. Os tatames estão montados na Sociedade de Canto Harmonia. A Ichido Kan atenderá praticamente todas as faixas etárias, com a categoria judô kids (de 4 a 5 anos) às segundas e sextas-feiras; de segundas a quintas para judocas acima de 13 anos; e para atletas de 5 a 12 anos às terças e quintas-feiras.

Aluna de japonês na colônia de Ivoti, a sensei Caroline destacou que o objetivo das aulas é, também, destacar outros aspectos do país, que é berço do judô: “Queremos valorizar o judô não apenas como esporte, mas também a cultura japonesa, como a filosofia e o respeito”, citou.

“O pessoal da colônia japonesa ficou muito feliz com o novo espaço”, revelou a professora. Com a sua inauguração, a Ichido Kan retoma o judô no município após cerca de 30 anos. “Houve um espaço onde havia judô lá na década de 1980, mas já foi desmanchado”, afirmou.

Distante aproximadamente 70 quilômetros de Porto Alegre, Ivoti conta atualmente com cerca de 22,5 mil habitantes. Presentes desde a metade do século passado na cidade, os imigrantes japoneses e seus descendentes realizam mensalmente a feira da colônia japonesa no município, divulgando a cultura oriental na cidade gaúcha.

Posted in Notícias and tagged .

Deixe uma resposta