Seleção sub-17 inicia concentração focada no Newaza

A Confederação Brasileira de Judô deu início nesta segunda-feira, em Pindamonhangaba, no interior de São Paulo, a uma concentração da seleção brasileira sub-17, que viaja na próxima quarta-feira à Europa. A equipe é formada por atletas que venceram a seletiva nacional da categoria, realizada em março, e judocas que participam pelo sistema de adesão.

Na manhã desta segunda-feira os atletas treinaram por duas horas técnicas de Newaza, o judô de solo. Durante todo o treino os técnicos Fulvio Miyata e Andrea Berti passaram para os atletas movimentos e técnicas básicas para o solo.

Segundo a treinadora Andrea Berti, este é momento ideal para transmitir o conhecimento para os atletas.

“Esta é uma equipe jovem e buscamos trabalhar mais os fundamentos do judô. Nosso objetivo é conseguir colocar todos os atletas no mesmo nível”, explica Andrea Berti, que desde 2009 está ao lado de Fulvio Miyata no comando da seleção sub-17.

Para Andrea, o judô de solo tem sido uma das deficiências do Brasil quando luta no exterior.

“Tentamos passar para eles o que já sabemos que ocorre nos treinos e competições na Europa. O Newaza pode ser um diferencial neste caso, para atacar e, principalmente, não ser dominado no solo”, diz Andrea.

Vencedora da seletiva sub-17 e titular da seleção brasileira no Mundial de 2011 da categoria, Aine Schmidt só passou a se dedicar ao Newaza na temporada passada. A vontade de treinar judô de solo veio após derrotas nos torneios internacionais.

“Perdi lutas no Circuito Europeu no solo e isso me motivou. Sinceramente, não era o tipo de judô que eu gostava de treinar, mas comecei a treinar com a seleção e sinto que estou melhorando”, afirma.

Fonte: CBJ

Posted in Notícias and tagged .

Deixe uma resposta