Kiai vence Copa Venâncio Aires e fatura mais um título no ano

Em uma das competições mais disputadas do circuito estadual neste ano, a Kiai levou a melhor e sagrou-se campeã da Copa Venâncio Aires, no último sábado. Foi o terceiro título da equipe de Canoas na temporada. A Caju foi terminou com o vice e o GN União, em terceiro. Mais de 700 atletas participaram do torneio no Vale do Taquari.
Com número de inscritos recorde, tudo indicaria que a Copa Venâncio Aires seria marcada pelo equilíbrio. As previsões se confirmaram. A Kiai levou o título com 229 pontos, conquistados com 16 medalhas de ouros, 18 pratas e 12 bronzes. Também de Canoas, a Caju chegou perto, somando 202 pontos, com 10 campeões, 14 vices e 17 terceiros lugares. Em terceiro, GN União encerrou sua participação em Venâncio Aires com 163, obtidos por 15 ouros, oito pratas e oito bronzes.
“Nos mobilizamos para a competição e o resultado foi uma consequência desta ação”, avaliou o professor da Kiai e coordenador de equipes da Federação Gaúcha de Judô, Douglas Pötrich. Mesmo com o terceiro troféu no ano, ele quer mais suor no tatame: “Vejo que teremos que trabalhar muito para chegarmos onde queremos”, completou.
Já o presidente da FGJ, Carlos Eurico da Luz Pereira, destacou a força do judô do interior ao destacar que a Physio e a Bilhar Judô terminaram na quarta e na quinta posições, à frente de tradicionais equipes de Porto Alegre. “O Interior vem mostrando a sua força cada vez mais. Hoje há um descentralizamento de forças no judô do nosso Estado, como os resultados em competições regionais e nacionais provam”, ressalta. “Todos têm a crescer com isso”, completa.

Em uma das competições mais disputadas do circuito estadual neste ano, a Kiai levou a melhor e sagrou-se campeã da Copa Venâncio Aires, no último sábado. Foi o terceiro título da equipe de Canoas na temporada. A Caju foi terminou com o vice e o GN União, em terceiro. Mais de 700 atletas participaram do torneio no Vale do Taquari.

Com número de inscritos recorde, tudo indicaria que a Copa Venâncio Aires seria marcada pelo equilíbrio. As previsões se confirmaram. A Kiai levou o título com 229 pontos, conquistados com 16 medalhas de ouros, 18 pratas e 12 bronzes. Também de Canoas, a Caju chegou perto, somando 202 pontos, com 10 campeões, 14 vices e 17 terceiros lugares. Em terceiro, GN União encerrou sua participação em Venâncio Aires com 163, obtidos por 15 ouros, oito pratas e oito bronzes.

“Nos mobilizamos para a competição e o resultado foi uma consequência desta ação”, avaliou o professor da Kiai e coordenador de equipes da Federação Gaúcha de Judô, Douglas Pötrich. Mesmo com o terceiro troféu no ano, ele quer mais suor no tatame: “Vejo que teremos que trabalhar muito para chegarmos onde queremos”, completou. A Kiai teve 69 atletas participantes.

Já o presidente da FGJ, Carlos Eurico da Luz Pereira, destacou a força do judô do interior ao destacar que a Physio e a Bilhar Judô terminaram na quarta e na quinta posições, à frente de tradicionais equipes de Porto Alegre. “O Interior vem mostrando a sua força cada vez mais. Hoje há um descentralizamento de forças no judô do nosso Estado, como os resultados em competições regionais e nacionais provam”, ressaltou. “Todos têm a crescer com isso”, concluiu.

Durante a Copa Venâncio Aires, foi realizada uma homenagem aos 40 anos do Grêmio Literário Oliveira de Castilhos, o Gloc, por seus 40 anos. Receberam uma láurea o professor Alécio de Moraes, o sensei Neri Sater de Melo, que ministrou a primeira aula de judô em Venâncio Aires, e para o prefeito do município, Airton Artus, que foi aluno da primeira turma do Gloc.

Posted in Notícias and tagged , .

One Comment

Deixe uma resposta