Após medalhas, Taciana pensa mais alto: “Mundial é meu maior sonho”

Após medalhas em sequência,     Taciana sonha com Mundial | Foto: DivulgaçãoTaciana Lima está de folga. Merecidas, diga-se de passagem, afinal ela ganhou duas medalhas – um ouro e uma prata – nos últimos dois torneios que disputou, neste mês de julho. Recuperando-se do desgaste das competições em sua casa, em Canoas, ela concentra suas expectativas numa possível convocação para o Campeonato Mundial, em agosto. “É o meu maior sonho”, revela.

Esforço para merecer a participação no maior evento de judô do ano ela faz. Atual 19ª do mundo na categoria ligeiro, Taciana está na faixa de classificação a Londres-2012, apesar de ser a número 2 do Brasil, atrás de Sarah Menezes. “Agora estou na expectativa, esperando a lista do Mundial”, diz. A convocação sai na próxima semana.

Muitos dos pontos que a deixam como uma das 20 melhores judocas do mundo em seu peso Taciana conquistou neste ano. Em apenas seis meses, a atleta da Sogipa disputou 12 competições internacionais. Dessas, só em três que ela não subiu no pódio, graças, segundo a judoca, à regularidade alcançada com a rotina: “Dá mais segurança para lutar”.

De acordo com ela, a frequência de duelos no tatame explicam a boa fase: “Fazia muito tempo que eu não competia tanto”, conta. “Apenas a Paula (Pareto, da Argentina) enfrentei seis vezes neste ano”, exemplifica ela, que também aponta o outro lado da moeda: “O fato de lutar bastante faz com que as adversárias tenham mais material sobre ti, então é preciso procurar surpreender sempre. A CBJ tem um trabalho bom de estrategismo, para prevenir isso”.

Diego posa para foto com a medalha, ao lado do técnico Kiko e de Taciana | Foto: Divulgação

Taciana volta aos treinos na próxima segunda-feira, após ter ficado mais de duas semanas longe de Porto Alegre, competindo nas etapas da Copa do Mundo da Venezuela e em El Salvador, onde conquistou prata e ouro, respectivamente.

Quem esteve junto nos dois últimos torneios foi o treinador Antônio Carlos Pereira, o Kiko, convidado pela CBJ. Taciana aprovou o convite: “Ele me ajuda muito”, afirma. “Como ele me conhece há muito tempo, sabe a hora de passar a estratégia certa e a do incentivo”, explica ela, sobre o sensei que irá reencontrar na segunda, para estar ainda mais preparada se a convocação vier.

Posted in Notícias and tagged .

2 Comments

  1. Parabéns judoca Taciana , que no mundial estejas com a mesma dedicação e surpreenda ainda mais o mundo entre as 4 melhores de tua classe , SSSHHHOOSSS…

  2. Pena a Taciana não ter sido selecionada! Acredito em algumas hipóteses:
    1ª Não ter enfrentado atletas do top 10 na temporada (A Paula Pareto está no top 10 graças às copas mundiais que distribuem apenas 100 pontos ao ganhador)
    2ª Não tem vitórias expressivas contra atletas do top 10 (ex: Frédérique Jossinet, Jung Yeon-Chung, Alina Dumitru, a própria Sarah Menezes)
    3ª Não ter ganho medalha em torneios mais fortes, tipo Grand Slam e Grand Prix.

    Se ela conseguir alcançar o top 16, vai ser ótimo para ela, pois poderá ir ao Masters e reverter esta situação. Abraços!

Deixe uma resposta