Imprensa gaúcha destaca convocação de Kiko para a Seleção

A convocação do diretor técnico da Federação Gaúcha de Judô, Antônio Carlos Pereira, o Kiko, para comandar a Seleção Brasileira nas etapas da Copa do Mundo da Venezuela e de El Salvador foi destaque na edição desta segunda-feira, 13 de junho, do jornal Correio do Povo, de Porto Alegre. A matéria é assinada pela repórter Mariana Oselame.

A vez do Sensei

Antônio Carlos Pereira está mais do que acostumado a receber e-mails da Confederação Brasileira de Judô (CBJ) convocando os seus atletas para competições do circuito internacional ou treinamentos de campo. Afinal, Kiko, como é conhecido, treina nada menos do que 12 dos 53 judocas do país que lutarão no Grand Slam do Rio de Janeiro no próximo fim de semana (o evento terá cobertura exclusiva do Correio do Povo).

Na semana passada, no entanto, uma convocação fugiu da rotina. Desta vez, o convocado foi o próprio sensei. “Recebi uma ligação do Ney Wilson (coordenador técnico da CBJ) e ele me convidou para treinar a seleção nas Copas do Mundo de El Salvador e da Venezuela, em julho”, conta Kiko, que há uma década comandou a seleção brasileira sub-20. “Será uma oportunidade única, muito boa mesmo”, comemora.

Técnico do bicampeão mundial João Derly (-73 kg), da atual vice-campeã do mundo Mayra Aguiar (-78 kg) e sensei de Tiago Camilo (-90 kg) em Pequim-2008, quando o judoca conquistou o bronze, Kiko tem como objetivo o ouro olímpico. A experiência na seleção, inclusive, vai ajudá-lo a reunir informações sobre os atletas de outros países – o que, consequentemente, vai qualificar ainda mais os treinamentos em Porto Alegre.

“Estamos a um ano dos Jogos Olímpicos e eu vou ter a oportunidade de observar esses judocas de perto, não só pelo vídeo. Esse intercâmbio será muito bom para o crescimento dos meus atletas”, explica o sensei, acostumado a passar madrugadas em claro acompanhando, pela televisão ou pela internet, as lutas dos judocas que treina. Além do currículo, o que pesou na convocação de Kiko para treinar a seleção brasileira foi o número de representantes do judô gaúcho nas Copas de El Salvador e da Venezuela – e a tendência de eles subirem ao pódio.

Sete judocas da Sogipa lutarão nas duas competições. Entre eles, estão atletas treinados por Kiko desde que iniciaram no judô, como é o caso de Derly e Moacir Mendes Jr (-73 kg). “Para aqueles com quem trabalho todos os dias, será um diferencial. No momento da luta, é importante a confiança entre o atleta e o técnico. Alguns são muitos apegados ao meu trabalho tático. Conheço eles há muito tempo e eles também me conhecem”, diz.

Além de Derly e Moacir, participarão das competições Taciana Lima (-48 kg), Natália Bordignon (-70 kg), Rochele Nunes (+78 kg), Renan Nunes (-100 kg) e Diego Santos (-60 kg). Como todas as competições do circuito internacional, as Copas do Mundo valem pontos para o ranking da Federação Internacional de Judô. Os primeiros 14 colocados de cada categoria garantem vaga direta nos Jogos de Londres-2012.

O único aspecto negativo da convocação do sensei é que ele terá que se adaptar às regras. Na última vez em que Kiko esteve no comando da equipe, em 1998, ainda não havia a determinação de que, nas finais, os técnicos devem usar terno. “Mal sei fazer nó de gravata…”, reclama.

Link original da matéria

Posted in Notícias and tagged .

2 Comments

  1. O Sensei Kiko merece esta convocação; podemos muitas vezes divergir das atitudes de algumas pessoas, mas entendo que temos que ser verdadeiros em relação as suas qualidades e o Kiko tem muitas é um batalhador e um grande técnico.

Deixe uma resposta