Grand Slam do Rio começa a movimentar o Brasil

FGNesta terça-feira faltam dez dias para o início do Grand Slam do Rio de Janeiro, evento de judô mais importante do ano em solo nacional. Na segunda, a CBJ confirmou que 12 atletas do Rio Grande do Sul participarão do evento, que será no ginásio Maracãnazinho, nos dias 18 e 19 de junho. Ao todo, a Seleção Brasileira terá 53 integrantes.

O Grand Slam do Rio de Janeiro 2011 terá recorde de participantes, com 412 judocas de 58 países. Pelo ranking da Federação Internacional de Judô, estabelecido na temporada de 2009-2010 (de maio a abril), os pontos adquiridos em competições naquele ano perdem 75% do valor até o fechamento da lista Olímpica em 30 de abril de 2012. Os pontos de 2010-2011 valerão 50% do total e, a partir de maio de 2011 até abril de 2012, os pontos serão 100% computados. Daí a importância do Grand Slam do Rio de Janeiro nesta conta. Valem pontos no ranking os Campeonatos Mundiais, Masters (Top 16), Grand Slam, Grand Prix e Copa do Mundo.
Os representantes do judô gaúcho no Rio de Janeiro serão: Felipe Kitadai, Diego Santos, Moacir Mendes Júnior, João Derly, Renan Nunes e Walter Santos; Taciana Lima, Manoela Braga, Maria Portela, Natália Bordignon, Mayra Aguiar e Rochele Nunes.
Mas não apenas eles. A Federação Gaúcha de Judô centralizou investimentos e também levará dirigentes e professores para acompanhar o evento, numa ação visando o crescimento técnico da modalidade no Estado. Um grupo de cinco atletas ainda participará do treinamento de campo internacional após as competições.
A seleção brasileira chega ao Rio de Janeiro no dia 13 de junho, e fica em treinamento até a estreia na competição, no sábado seguinte. De 20 a 24 de junho, acontece o Treinamento de Campo Internacional, com a presença do Brasil e de grande parte dos países inscritos no Grand Slam. O treino coletivo será no Rio de Janeiro. No final de semana de 25 e 26 de junho é a vez da Copa do Mundo de São Paulo, também valendo pontos para Londres 2012.

De novo no Grand Slam, Taciana luta por medalha e pontos no ranking | Foto: CBJFalta pouco. No início da próxima semana, o Brasil já começará a receber os principais judocas do planeta para duas semanas de competições internacionais, cujas programações oficiais começam na sexta-feira, com o Grand Slam do Rio de Janeiro, e seguem até o fim de semana seguinte, na Copa do Mundo de São Paulo. Anfitrião, o Brasil tem direito a uma delegação maior e irá usufruir disso, com 53 atletas representando o País nos dois eventos. Desses, 12 treinam no Rio Grande do Sul.

O Grand Slam do Rio de Janeiro 2011 terá recorde de participantes, com 412 judocas de 58 países. Todos atrás de pontos no ranking mundial, tentando se garantir nos Jogos Olímpicos do ano que vem, que serão em Londres. A medalha de ouro em tatames cariocas renderá ao vencedor 300 pontos.

Pelo ranking da Federação Internacional de Judô, estabelecido na temporada de 2009-2010 (de maio a abril), os pontos adquiridos em competições naquele ano perdem 75% do valor até o fechamento da lista Olímpica em 30 de abril de 2012. Os pontos de 2010-2011 valerão 50% do total e, a partir de maio de 2011 até abril de 2012, os pontos serão 100% computados. Daí a importância do Grand Slam do Rio de Janeiro nesta conta. Valem pontos no ranking os Campeonatos Mundiais, Masters (Top 16), Grand Slam, Grand Prix e Copa do Mundo.

Os representantes do judô gaúcho no Rio de Janeiro serão: Felipe Kitadai, Diego Santos, Moacir Mendes Júnior, João Derly, Renan Nunes e Walter Santos; Taciana Lima, Manoela Braga, Maria Portela, Natália Bordignon, Mayra Aguiar e Rochele Nunes.

Mas não apenas eles. A Federação Gaúcha de Judô centralizou investimentos e também levará dirigentes e professores para acompanhar o evento, numa ação visando o crescimento técnico da modalidade no Estado. Um grupo de cinco atletas ainda participará do treinamento de campo internacional após as competições.

A Seleção Brasileira chega ao Rio de Janeiro nesta segunda-feira, e fica em treinamento até a estreia na competição, no sábado seguinte. Parte da delegação está na Europa, na disputa das Copas do Mundo de Lisboa e Tallinn. De 20 a 24 de junho, ocorre o Treinamento de Campo Internacional, com a presença do Brasil e de grande parte dos países inscritos no Grand Slam. O treino coletivo será no Rio de Janeiro. No final de semana de 25 e 26 de junho é a vez da Copa do Mundo de São Paulo, também valendo pontos para Londres 2012.

Posted in Notícias and tagged , , , , , , , , , , , , , .

Deixe uma resposta