Após triunfo, Manoela exalta ídolos Mayra e Derly: “Foi me inspirando neles que venci”

Manoela destaca bom ambiente de treinos | Foto: Fernanda DavoglioE Mayra Aguiar está fazendo escola na Sogipa, clube que treina em Porto Alegre. Inspirando uma nova safra de judocas, a atual campeã mundial sub-20 e única brasileira a ter chegado à uma final do Mundial sênior, Mayra – do alto de seus 19 anos – já pode apontar uma sucessora: Manoela Braga.

• Veja: Quatro atletas do RS  se classificam na seletiva

Em 2010, Manoela já surpreendeu e começou a confirmar a condição de grande promessa do judô gaúcho. Com apenas 14 anos, superou atletas mais experientes e sagrou-se campeã brasileira sub-20 no fim da temporada. Meses antes, ela tinha conquistado o título da Copa Revelação, sendo eleita a melhor competidora do evento, além de ter ajudado a Oi/Sogipa na campanha do bi do Grand Prix Nacional. Agora, no início de 2011, outra façanha: classificação para a Seleção Brasileira adulta.

No último final de semana, durante seletiva em São Paulo, Manoela mais uma vez a força de seu judô ao garantir uma das vagas para a segunda fase da seletiva Londres-2012. Mas ela já está confirmada para a Copa do Mundo de São Paulo e o Grand Slam do Brasil – ambos eventos que valem pontos para o ranking mundial, que define a equipe olímpica do País.

“Quem acompanha a Manoela há tempos não se surpreende com os atuais resultados”, avisa o treinador dela na Sogipa e diretor técnico da Federação Gaúcha de Judô, Antônio Carlos Pereira, o Kiko. “Ela uma das nossas principais apostas para o futuro e, mantendo a rotina de trabalho, tem tudo para sonhar mais alto ainda neste ano.”

Campeã no sub-20, Manoela Braga estará em ação no Brasileiro sênior | Foto: Fernanda Davoglio / Sogipa

Mas apesar da expectativa em cima dela, Manoela ainda não tinha noção de onde estava chegando. Só um dia depois da vitória sobre a carioca Barbara Timo, que garantiu a vaga na Seleção, que ela se deu conta. “Só agora a ficha começou a cair”, conta, ainda tímida. “Tenho muita vergonha de dar entrevistas, mas certamente é mais fácil do que lutar”, brinca.

Manoela creditou ao ambiente vencedor de onde treina à sua chegada à equipe principal do Brasil. “Eu me inspiro muito na Mayra Aguiar e no João Derly, que são meus amigos antes de serem meus ídolos”, disse. E além da dupla campeã mundial, citou Taciana Lima – outra colega de clube e, agora, de Seleção. “Ela é como se fosse a minha mãe. Sempre me passa conselhos e incentiva para treinar que nem eles.”

E esse conjunto que foi responsável por seu triunfo em São Paulo: “Foi me inspirando neles que eu venci”. Agora, ela já vislumbra o horizonte, querendo, claro, mais coincidências com Mayra Aguiar, que com 15 anos, conquistou uma medalha no Pan do Rio, em 2007: “É o que eu espero”.

Posted in Notícias and tagged , .

3 Comments

  1. Pingback: Tweets that mention Após triunfo, Manoela exalta ídolos Mayra e Derly: “Foi me inspirando neles que venci” « Federação Gaúcha de Judô -- Topsy.com

  2. É isso aí Manu! Acredita pois talento tens e muito. Não resta dúvida que, com suor, trabalho e dedicação, teu futuro será DOURADO.

Deixe uma resposta